Educacionismo

Educação e fim do preconceito completariam a abolição da escravidão no Brasil, afirmam debatedores

Agência Senado

 

Para concluir o processo de abolição da escravidão no Brasil é preciso investir em educação e no fim do preconceito racial. Essa foi a conclusão dos participantes da audiência pública promovida pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) que debateu as formas de garantir a efetiva inclusão dos negros na sociedade e homenageou o abolicionista Joaquim Nabuco.

  • Acessos: 1104

Especialistas apontam atraso do Brasil na educação a distância

 

Marilia Coêlho - Agência Senado

É irreversível a tendência de aprendizagem a distância, mas o Brasil está atrasado em termos legislativos e práticos no assunto. Essa foi a conclusão dos debatedores que participaram de audiência pública sobre a implementação do ensino online no Brasil realizada pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) nesta quarta-feira (16).

  • Acessos: 3234

Senado debate ensino on-line por iniciativa de Cristovam Buarque

Senador Cristovam Buarque está chamando ao debate sobre o ensino on-line e o uso de modernas tecnogias na educação. A audiência será aberta à participação da população.

Convidados:
· Marcos Formiga
Chefe Substituto da Assessoria de Assuntos Internacionais do Ministério da
Ciência, Tecnologia e Inovação - MCTI
· Edelvício Souza Junior
Consultor em Projetos Educacionais
· Representante do Ministério da Educação

  • Acessos: 2314
Andréa Iseki/DGABC

Diante de professores descontentes, Cristovam fala em bons salários

Júnior Carvalho
Especial para o Diário do Grande ABC

Em meio à crise entre a Prefeitura de São Caetano e os funcionários públicos do setor em torno de melhorias salariais, o ex-ministro da Educação e atual senador Cristovam Buarque (PDT-DF) falou da “falta de prestígio aos professores” e defendeu a valorização dos servidores. Em debate realizado na noite de ontem no Teatro Paulo Machado de Carvalho, o pedetista afirmou que a remuneração ideal seria de R$ 9.500.

  • Acessos: 3467
ONU - UNIC

Mulheres ainda representam dois terços dos 774 milhões de adultos analfabetos, alerta UNESCO

A chefe da UNESCO, Irina Bokova, pediu no início desta semana que os governos, o setor privado e a sociedade civil intensifiquem os esforços para proporcionar educação de qualidade para meninas e mulheres, ressaltando os benefícios transformadores que isso traria para toda a sociedade.
  • Acessos: 3362

Nós podemos ….

Estamos passando por um momento especial da história brasileira. Temos condições de mudar o futuro. Podemos escolher agora qual a direção que vamos tomar.  O Brasil poderá ser só um pouquinho melhor do que é hoje ou poderá ser um país desenvolvido, com justiça social e grande produtor de conhecimento. Podemos escolher entre seguir melhorando aos pouquinhos em várias áreas e piorando em outras (violência, meio ambiente). Podemos continuar a ser um país dos mais desiguais do mundo, ou um país onde todas as pessoas tenham condições de desfrutar da riqueza gerada por todos. É hora de investir em educação. Não um pouquinho. Nada de gambiarra. Precisamos superar os conservadorismos e corporativismos. É hora de uma revolução na educação. Hora de uma mobilização nacional efetiva e responsável. A juventude precisa se encantar com o magistério, com as escolas sendo centros de cultura e tecnologia. O Brasil somente será um país de oportunidades se a educação for o caminho do desenvolvimento. É por isso que precisamos de uma Revolução na Educação.

Expediente

  • Este portal é de responsabilidade
    do Gabinete do Senador Cristovam Buarque
  • Assessor de Comunicação:
    Paulo Miranda
  • Equipe do Portal:
    Ademir Jr, Ivônio Barros, Leocádio Bijos
  • Sugestões e Críticas, enviar para:
    admin@cristovam.org.br

Conexões

 

 

Este portal tem por objetivo principal mostrar o trabalho e as ideias que o senador Cristovam Buarque (PDT/DF) está colocando em prática no Congresso Nacional e em suas diversar atividades junto a jovens, movimentos sociais, entidades educacionais, sindicatos e outros espaços da sociedade brasileira. Cristovam é conhecido e reconhecido como o Senador da Educação. Mas também é muito atuante nas áreas de maio ambiente, ciência e tecnologia, direitos humanos, relações internacionais, economia, assuntos sociais e participação social.